As Seis Doenças do Espírito Contemporâneo





As seis doenças do espírito contemporâneoObra fundamental do romeno Constantin Noica “Obra de maturidade, onde uma filosofia longamente meditada alcança enfim aquela expressão simples e nítida que é a marca do gênio filosófico aliado a um talento literário incomum.” Olavo de Carvalho, trecho da Introdução Nesta que é sua obra fundamental, o filósofo romeno Constantin Noica faz uma análise apurada das seis doenças espirituais do mundo contemporâneo. Ao lado das doenças somáticas, que conhecemos há séculos, e das doenças psíquicas, identificadas mais recentemente, existem outras, de ordem superior, denominadas doenças do espírito, ou doenças do ser, que Noica classifica em seis. Três são provenientes da carência: a todetite, que é a necessidade de encontrar o individual autêntico; a catolite, que é a carência do geral, típica do ser humano; e a horetite, que é a ausência de determinação. As outras três são causadas pela recusa: a acatolia, que é a recusa do indivíduo; a atodecia, que é a recusa ao geral, ao que é humano e individual; e por fim a ahorecia, que é a recusa das determinações. Para chegar a tais conceitos, Noica examina grandes obras da literatura e da filosofia ocidentais, tornando este livro um compêndio de neuroses, de personagens e mitos. Vale conferir este texto extremamente inventivo.


 As seis leis do espírito contemporâneo



Detalhes do produto

  • Capa comum: 192 páginas
  • Editora: Best Seller; Edição: Edição de bolso (24 de fevereiro de 2011)
  • Idioma: Português
  • Dimensões do produto: 18 x 12 x 1 cm
  • Peso de envio: 141 g

0 comentários:

Postar um comentário